Metafísica de Aristóteles - Volume II

Disponível em estoque para envio imediato

Seja o primeiro a avaliar este produto

A Metafísica não é uma obra unitária, mas uma coleção de escritos. Estes não nasceram num mesmo bloco de tempo, mas são fruto de um plurianual esforço de pensamento, de novas meditações e repensamentos.

De: R$ 131,70

Por: R$ 122,48

Ou até: 6x de R$ 20,41

ou R$ 122,48 à vista

Metafísica de Aristóteles - Volume II

Click on above image to view full picture

Hoje em dia não se duvida que os catorze livros que nos chegaram com o título Metafísica não constituem um todo organicamente predisposto e acabado. A Metafísica não é uma obra unitária, mas uma coleção de escritos. Estes não nasceram num mesmo bloco de tempo, mas são fruto de um plurianual esforço de pensamento, de novas meditações e repensamentos. Não obstante isso, uma coisa é certa: existe neles uma unidade especulativa de fundo. Publicar uma tradução da Metafísica de Aristóteles com um comentário constitui um empreendimento árduo e temerário, porque as tentativas já feitas em várias línguas, os comentários, as paráfrases, as exposições e os estudos críticos são tantos e tais, que não é mais possível dominá-los. Além disso, os problemas que surgem para quem se propõe a apresentar ao leitor dos nossos dias o maior texto de filosofia de Aristóteles são de tal envergadura, que pareceria, senão quase impossível, pelo menos muito difícil resolvê-los. O leitor que pretendesse ler a Metafísica como os livros acabados que hoje se publicam (ou como o próprio Aristóteles compunha as obras que publicava), tomaria a pior via, e muito dificilmente chegaria a compreender a sua mensagem precisa. Essa edição se inspira, em primeiro lugar, num moderno conceito de versão. Quem traduz deve ater-se o máximo possível, como ponto de referência, à língua na qual traduz e às suas leis, e assim adequar a esta as da língua da qual traduz. A língua grega é fortemente sintética, as línguas modernas são, via de regra, analíticas. Conseqüentemente, não é possível adotar o critério seguido pelos tradutores latinos, cuja língua ainda é sintética e ainda possui compostos e estruturas próximas da língua grega. Na língua latina se podia comodamente decalcar o original grego ad litteram. Particularmente, os latinos podiam permitir-se não resolver certas dificuldades de interpretação, repropondo, com hábil jogo de neutros e de compostos, a idêntica dificuldade que apresenta a original, sem resolvê-la. Contudo, o tradutor contemporâneo deve analisar e desenvolver o que o grego lhe propõe de maneira sintética e, freqüentemente, como no nosso caso, de modo fortemente abreviado. Para poder fazer isso, o tradutor moderno deve necessariamente interpretar, porque lhe são vetados quase todos os desvios dos quais se serviram os tradutores latinos. Portanto, uma moderna tradução de Aristóteles só ser uma tradução-interpretação. Alem disso, a área semântica dos vários termos gregos quase nunca corresponde, de maneira adequada e total, à área semântica dos termos das línguas modernas, de modo que a tradução de um termo por outro, se convém em determinados contextos, não convém em todos, ou gera muitas confusões. Mas há ainda outro fato que corta toda pretensão de pensar em traduzir nas línguas modernas os textos aristotélicos do mesmo modo como os traduziam os latinos: Aristóteles não escreveu os seus tratados de metafísica (quaisquer que tenham sido os tempos e os modos de composição) para publicá-los, mas para ter apontamentos e material para as suas lições e para os seus alunos, dentro do Perípato. Portanto, as dificuldades de que falávamos acima são acrescidas destas ulteriores: às vezes Aristóteles se contenta com uma única alusão ou com um breve aceno, enquanto, se tivesse escrito para leitores não-iniciados ou, pelo menos, para um público mais vasto, deveria acrescentar toda uma série de elucidações e desenvolvimentos. Isto sem falar de todo um conjunto de inconvenientes com os quais o tradutor se defronta e, por assim dizer, se enreda: existem mudanças bruscas de sujeito e de objeto, numerosos anacolutos, toda uma série de construções que seguem mais a lógica de um pensamento íntimo do que a construção exigida pela gramática e pela sintaxe da língua grega. Em suma: não há modo de o tradutor se eximir de ser um verdadeiro intérprete. Antes, poder-se-ia certamente dizer que, em certo sentido, um tradutor da Metafísica só poderá ser tal se tiver sabido ser intérprete e, mais ainda, na medida em que tiver sabido ser tal. Esquema da Obra O primeiro volume condensa toda a problemática da doutrina metafísica em si, e também em suas relações com Platão e com o ambiente acadêmico na qual nasceu e contra o qual se voltou com vivas polêmicas. O segundo volume apresenta a tradução oportunamente articulada com títulos para cada parágrafo e com entradas bem estudadas, que evidenciam da maneira mais clara possível a articulação do discurso do filósofo. O texto grego ao lado retoma a edição de Ross, porém levando em conta também a de Jaeger, com uma série de intervenções das quais Giovanni Reale presta contas no Comentário. O terceiro volume explica os vários conceitos e o seu desenvolvimento, seja de modo sintético com sumários, seja de modo analítico, seguindo ponto por ponto o texto aristotélico, muitas vezes com o auxílio dos grandes comentadores antigos e modernos. Longe de retomar velhos cânones, essa edição da Metafísica aristotélica em 3 volumes mira à reconstrução de um Aristóteles estruturalmente poliédrico, que se move sempre em muitas direções, e na maioria das vezes de modo consistente e coerente.
SKU 8927
Autor Giovanni Reale
Edição
Páginas 712
ISBN 9788515024278
Formato 14 x 21
Editora Edições Loyola

Quem Comprou, Comprou Também

De: R$ 131,70

Por: R$ 122,48

Ou até: 6x de R$ 20,41

ou R$ 122,48 à vista

Preços, produtos e condições de pagamento válidos exclusivamente para compras efetuadas no site, não valendo necessariamente para a loja física e televendas, sujeitos a alteração sem aviso prévio. Ofertas válidas durante o dia de hoje ou enquanto durarem nossos estoques para internet. Parcelamento em até 6x (sem juros) somente através de cartão de crédito para os produtos devidamente sinalizados e com parcela mínima de R$ 2. Vendas sujeitas à análise e confirmação de dados. Imagens dos produtos são meramente ilustrativas. Produtos sujeitos a entrega conforme disponibilidade em estoque.

Copyright 2015 www.quadrante.com.br - Todos os Direitos Reservados. Quadrante Editora CNPJ: 28.806.912/0001-74
Loja Virtual por

Trezo

  Carregando...