O homem de Villa Tevere

HOME / O homem de Villa Tevere

O homem de Villa Tevere

1200
R$ 120,00

R$ 71,91

QTD:
Comprar

Detalhes do produto

Como era Josemaria Escrivá de Balaguer na intimidade? Ocultava ou mostrava as suas fraquezas? Era difícil conviver com ele? Permitiu que fizessem dele um mito? Qual foi o seu relacionamento com os judeus? Como reagiu diante de certos «conchavos de veludo púrpura», em que alguns clérigos maquinavam contra o Opus Dei? Mons. Escrivá exercia influência no Vaticano ou era considerado um «proscrito»? Que dizia aos membros da Obra que se dedicavam à política? De que se falava nos almoços privados entre Mons. Escrivá e o Pe. Arrupe, isto é, na «alta cúpula» do Opus Dei e dos jesuítas? Por que o Opus Dei tem essa força irreprimível? Este livro é mais, muito mais, do que uma resposta satisfatória a essas e outras perguntas. Pilar Urbano – jornalista de sangue e de instinto, dotada de uma curiosidade universal – analisa a figura de Josemaria Escrivá, um personagem de ampla envergadura que, vinte anos depois da sua morte, continua a ser discutido. Urbano enfrenta esse trabalho com ousadia, com um bom conhecimento do terreno em que pisa e sem a intenção de agradar a gregos e troianos. Neste livro, o seu jornalismo é um «informar com rigor, sem favor e sem temor». «Entrei onde o leitor gostaria de entrar», diz a autora. «Estive na casa romana de Mons. Escrivá, Villa Tevere, à Viale Bruno Buozzi, 73. Registrei milhares de pormenores, percorrendo aquelas salas, aqueles corredores, aqueles cortili. Interessei-me por relatos corriqueiros, domésticos, íntimos, de pessoas que o conheceram de perto ou que conviveram longo tempo com ele. Tive em mãos um material valiosíssimo, nada fácil de obter: mais de uma centena de testemunhos orais e escritos, cartas, anotações, documentos...». Com a profundidade e a intuição do seu olhar feminino, a autora penetra no íntimo de Escrivá: rompe a barreira do mito, tira o véu do personagem, e... deixa-nos ver o homem, o insuspeitado e desconhecido homem.