ícone de carregamento

HOME / Livro O Cura D'Ars

Livro O Cura D'Ars
Livro O Cura D'Ars Presbíteros 68

Livro O Cura D'Ars

Henri Ghéon Quadrante Editora
5,0 / 5,0 (1 avaliação )

Descrição

“Era uma vez, na França, um pequeno camponês cristão que, desde a mais tenra idade, amava a solidão e o bom Deus. Como aqueles senhores de Paris tinham feito a Revolução Francesa e não deixavam as pessoas rezar, ele ia assistir à missa, com os pais, no fundo de um celeiro.

Os padres mantinham-se escondidos, e quando um deles era apanhado, cortavam-lhe a cabeça segundo as regras da arte. Eis por que João Maria Vianney alimentava o sonho de tornar-se sacerdote.

Mas, se não lhe faltava a oração, faltavam-lhe os conhecimentos. Apascentava os carneiros e trabalhava os campos. Entrou tarde para o seminário e fracassou em todos os exames.

As vocações eram cada vez mais raras, e no fim acabaram por aceitá-lo apesar de tudo. Foi designado para Ars, e ficou lá até à sua morte. O último sacerdote da França no último lugarejo da França.

Mas foi cem por cento sacerdote, o que não acontece com freqüência. Foi sacerdote tão completamente, que o último lugarejo da França acabou por ter o primeiro sacerdote da França, e a França inteira viajou para vê-lo.

Ora, ele convertia todos os que iam visitá-lo, e, se não tivesse morrido, teria convertido a França inteira. Curava as almas e os corpos, e lia nos corações como num livro.

A Virgem Santíssima ia visitá-lo, o demônio puxava-o pelos pés, mas não conseguiu impedi-lo de ser um santo. Foi promovido a cônego, a Cavaleiro da Legião de Honra – e depois a Bem-aventurado.

Enquanto foi vivo, nunca chegou a entender por quê.
E essa era a melhor prova de que havia merecido a sua glória.
Tudo isto se passou no século XIX, que é chamado, no Paraíso, onde se conhece o valor real das pessoas, o século do Cura d'Ars”.
+ descrição completa
Produto Físico E-book

POR: R$ 60,00

Assinantes pagam: R$ 42,00 . O que é isso?

Economize até R$ 18,00 (30 %)

Descrição do produto

“Era uma vez, na França, um pequeno camponês cristão que, desde a mais tenra idade, amava a solidão e o bom Deus. Como aqueles senhores de Paris tinham feito a Revolução Francesa e não deixavam as pessoas rezar, ele ia assistir à missa, com os pais, no fundo de um celeiro.

Os padres mantinham-se escondidos, e quando um deles era apanhado, cortavam-lhe a cabeça segundo as regras da arte. Eis por que João Maria Vianney alimentava o sonho de tornar-se sacerdote.

Mas, se não lhe faltava a oração, faltavam-lhe os conhecimentos. Apascentava os carneiros e trabalhava os campos. Entrou tarde para o seminário e fracassou em todos os exames.

As vocações eram cada vez mais raras, e no fim acabaram por aceitá-lo apesar de tudo. Foi designado para Ars, e ficou lá até à sua morte. O último sacerdote da França no último lugarejo da França.

Mas foi cem por cento sacerdote, o que não acontece com freqüência. Foi sacerdote tão completamente, que o último lugarejo da França acabou por ter o primeiro sacerdote da França, e a França inteira viajou para vê-lo.

Ora, ele convertia todos os que iam visitá-lo, e, se não tivesse morrido, teria convertido a França inteira. Curava as almas e os corpos, e lia nos corações como num livro.

A Virgem Santíssima ia visitá-lo, o demônio puxava-o pelos pés, mas não conseguiu impedi-lo de ser um santo. Foi promovido a cônego, a Cavaleiro da Legião de Honra – e depois a Bem-aventurado.

Enquanto foi vivo, nunca chegou a entender por quê.
E essa era a melhor prova de que havia merecido a sua glória.
Tudo isto se passou no século XIX, que é chamado, no Paraíso, onde se conhece o valor real das pessoas, o século do Cura d'Ars”.

Ficha técnica

SKU68
AutorHenri Ghéon
Edição1
Páginas200
ISBN9788574652443
Formato14,0 cm x 21,0 cm
EditoraQuadrante Editora

Avaliação dos usuários

5,0 / 5,0 (1 avaliação )
Avaliações
AMANDA
"Simplesmente lindo!"
Avaliar
Avaliação:
Fale sobre
o livro:
ícone
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS